Nosso Estado

Cadeias Produtivas

O maior desafio do governo de Mato Grosso é manter as Cadeias Produtivas como uma forte base econômica e distribuição de renda, sendo ambientalmente sustentável, ao mesmo tempo. Por esse motivo, investe em ações que incentivam a competitividade, as inovações tecnológicas e a sustentabilidade dos projetos desenvolvidos em todos os segmentos.

Assim, Mato Grosso concilia a preservação ambiental e desenvolvimento, mantendo 64% de suas vegetaçóes primárias intocadas, transformando o desenvolvimento sustentável em realidade.

Bovíno

Mato Grosso tem a maior produção de carne de gado do país, totalizando 26 milhões cabeças. Além da realização de acordos internacionais de saúde animal e gestão da qualidade, tem sido, há 12 anos, livre da febre aftosa. Com o controle sanitário rigoroso, Mato Grosso já exporta para vários países do mundo, hoje em dia.

Suíno

Mato Grosso tem o segundo maior rebanho de suínos do Centro-Oeste, 1,2 milhões de cabeças, com distribuição em todos os estados brasileiros e exportando para vários países do mundo.

investimentos em novas plantas frigoríficas e em tecnologias, visa um crescimento que deve posicionar o Estado como um dos maiores produtores do país.

A qualidade da carne produzida vem conquistando mais e mais consumidores, devido ao estado de saúde do rebanho.

Aves Domésticas

Avicultura em Mato Grosso é um setor em expansão. Parte da produção é destinadaao mercado interno e a maioria é exportada para a Holanda, Rússia, Venezuela, Alemanha e Hong Kong.

Projetos de grandes empresas foram implantadas em várias áreas de Mato Grosso, o que deve garantir um desempenho ainda maior nos mercados nacionais e internacionais.

Visando o não comprometimento da atividade, Mato Grosso tem uma legislação rigorosa, mantendo excelente nível de segurança sanitária.

O estado está pronto para ser um dos principais produtores de frangos do Brasil, com a criação do estoque de quase 14 milhões de aves e capacidade de abate de 1,13 milhões de cabeças (dados encontrados no final de 2007).

Minério

O governo de Mato Grosso realizou um levantamento completo aerogeofísico de uma área de mais de 125.000 Km², cujas áreas com potencialidades de depósitos minerais foram identificadas com informações confiáveis e de qualidade, oferecendo mais segurança para o investidor do setor mineral, facilitando as decisões no tempo de aplicação de seus recursos.

Entre os principais minérios encontrados em Mato Grosso são o ouro, diamante, calcário, rochas ornamentais, água mineral, argila, cascalho fino, areia e cascalho.

Algodão

Mato Grosso é o maior produtor de algodão do Brasil e um dos maiores do mundo. É também o maior exportador desse produto, com os mercados no Paquistão, China, Argentina, Indonésia, Japão, Tailândia, Índia, Taiwan, Hong-Kong, Itália, entre outros países.

A estimativa de produção para 2008 é de 797,000 toneladas em pluma e 2 milhões de, toneladas em silos, um volume que vem atraindo várias, tecelagens, confecções e indústrias de biodiesel, com o objetivo de instalação de seus parques industriais no Estado.

Arroz

O arroz produzido no estado é destinado basicamente para atender o mercado interno, mesmo assim, é a quarta maior produção do país. Hoje, há mais de 45 empresas em Mato Grosso, com capacidade industrial instalada para a melhoria e processamento de cerca de 1 milhão de toneladas do grão. Com investimentos em pesquisa para a melhoria e implantação de novas tecnologias de plantação, a cultura promete conquistar novos horizontes no mercado externo.

Soja

Líder na produção de soja, com a maior produtividade do país, Mato Grosso produz hoje 17,7 milhões de toneladas do produto. De janeiro a julho de 2008, o composto de soja (grãos, farelo, óleo, lecitina e glicerina) correspondem a 77% do total exportado pelo estado, com US$ 3,63 bilhões.

Os investimentos em pesquisas e a incorporação de novos processos tecnológicos estão garantindo o aumento da produtividade no estado, sem a necessidade de abertura de novas áreas.

Mato Grosso também está avançando no processo industrial, com a produção de óleo e outros subprodutos.

Milho

Nesta cultura, Mato Grosso alcançou a expressiva marca de 7,2 milhões de toneladas. Junto com a soja, o milho é responsável pelo crescimento de suinoculturas e granjas de Mato Grosso.

Frutas

Com um clima bastante favorável para o cultivo de frutas, Mato Grosso tem uma variedade em cada área. A instalação de novas agro-indústrias é o principal incentivo para o aumento da produção. O Governo do Estado e seus parceiros também oferecem acompanhamento, capacitação e orientação aos produtores. Apesar de depender de demandas específicas de cada produto, Mato Grosso aposta neste segmento, motivando a vinda de novas indústrias para a melhoria e transformação da produção de frutos.

Biodiesel

A grande produção de álcool, óleo de soja e de outras origens vem estimulando investimentos na produção de biocombustíveis. A mistura de biocombustível ao óleo diesel, obrigatório pela legislação brasileira, devido à redução da emissão de carbono na atmosfera, permite visualizar um mercado extraordinário para o produto.

Álcool e Açucar

Com a crescente expansão no setor de açúcar e álcool, Mato Grosso fica pronto para avançar, como o Brasil, na produção de etanol derivado do processamento da cana de açúcar. Por sua grande extensão e terras apropriadas para o cultivo, a implantação de um duto de álcool tem sido estudado, amarrando as áreas produtoras aos portos marítimos do norte ou do sul, aumentando a distribuição da produção de forma significativa.

Com uma área plantada de cerca de 220 mil hectares, o Estado estima produzir para a safra 2007/2008, 536 mil toneladas de açúcar e 893 milhões de litros de álcool, sendo um dos estados mais promissores para atender a essa crescente demanda mundial por ano. Por esta razão, Mato Grosso tem as portas abertas para a iniciativa privada, em busca de novos investimentos.

Turismo

Mato Grosso tem belezas incomparáveis. Ao norte, 550 mil km² da maior floresta do planeta - a Floresta Amazônica. Para o centro, árvores retorcidas, cachoeiras e montanhas - o "Cerrado", um dos biomas mais importantes do Brasil. Sua flora, com mais de 10 mil espécies de plantas, forma uma paisagem de beleza exótica e um imenso grupo de riqueza medicinal. Ao sul, o "Pantanal", declarado como Reserva da Biosfera e Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, com 230 mil km² de vida selvagem. Há ainda a Planície do Araguaia, uma imensa área cortada por volumosos rios, onde extensas praias fluviais aparecem, o "Cerrado" e parte da Floresta Amazônica.

O Estado oferece uma boa infra-estrutura de aeroportos e rodovias e uma rede de serviços, incluindo hotéis, pousadas e restaurantes, onde pode desfrutar da rica culinária regional.

Os setores de ecoturismo, pesca esportiva, turismo de aventura, cultural, eventos e negócios, tecnológico, rural, etnotourismo e contemplação são alguns dos grandes oportunidades de investimento.